maio 17, 2007

Dueto

DIE BEIDEN ESEL

Ein finstrer Esel sprach einmal
zu seinem ehlichen Gemahl:

»Ich bin so dumm, du bist so dumm,
wir wollen sterben gehen, kumm!«

Doch wie es kommt so ôfter eben:
Die beiden blieben fröhlich leben.

.
.
.

OS DOIS BURROS

Um burro macambúzio e mal com a sorte
diz, certa vez, à legítima consorte:

Eu sou tão burro e você é tão burra.
Morramos logo! — ele fala, ou zurra.

Mas, como sói acontecer freqüente,
vivos ficaram, zurrando alegremente.

.
—o—

AUF DEM FLIEGENPLANETEN

Auf dem Fliegenplaneten,
da geht es dem Menschen nicht gut:
Denn was er hier der Fliege,
die Fliege dort ihm tut.

An Bändern voll Honig kleben
die Menschen dort allesamt,
und andre sind zum Verleben
in süssliches Bier verdammt.

In Einem nur scheinen die Fliegen
dem Menschen vorauszustehn:
Man bäckt uns nicht in Semmeln,
noch trinkt man uns aus Versehn.
.

.
.
NO PLANETA DAS MOSCAS

No planeta das moscas, o homem
não se acomoda nada bem:
pois o que aqui faz às moscas
elas lhe fazem lá, também.

Grudar em cartões melados
uma pessoa atrás de outra
e sendo muitos condenados
a boiar em cerveja doce.

Só num ponto se mostram as moscas
aos homens superiores: elas não
nos assam em broas ao forno,
nem nos bebem por distração.

in Canções da fôrca; Mogenstern, Christian – Roswitha Kempf – São Paulo, 1983

3 comentários:

Anônimo disse...

Caro senhor editor, favor dar os devidos créditos à ilustração das moscas.
Quanto aos adoráveis zurrinhos, pergunto qual dos dois é o com sorte. O cara de cavalo ou o cara de lua? )~
Sem mais
a gata

AgniGuran disse...

Moa Simplício - Gravura em metal
Lizete M. M. - Composição
M. Fernandes - Mosca vermelha cortada

Raimundo Matos de Leão disse...

Gostei dos burrinhos!
Um deles é meu amigo. Burrinho, burraldo.
Caso fosse um cavalo, poder-se-ia fazer uma homenagem a Cara de Cavalo! Mas acho que Hélio Oiticica já fez. "Seja maginal, seja herói". Mais quero asno que me carregue do cavalo que me derrube, já dizia o finado Sofredini

Ah, cobraram os créditos! Quando temos, é legal colocar. Divulga o autor e mostramos generosidade com o leitor.